Coquetel Molotov

Destaque Notícias

ANUNCIADOS OS GRUPOS SELECIONADOS DA CONVOCATÓRIA 2017 DO NO AR – ETAPA BELO JARDIM

Apresentado pelo Instituto Conceição Moura pelo terceiro ano consecutivo, o Festival No Ar Coquetel Molotov será realizado em Belo Jardim (PE), com patrocínio das Baterias Moura. Os shows vão acontecer dia 28 de outubro, no Parque do Bambu e contará com as atrações selecionadas pela comissão que analisou 93 artistas que se inscreveram ao longo do mês de julho na convocatória do evento.

Assim como na edição anterior, cuja seletiva previa apenas dois nomes, o festival decidiu ao final do processo incluir no total quatro atrações. Neste ano, mesmo prevendo um total de três selecionados, sendo dois do Agreste e um do Sertão, a comissão decidiu convocar também o rapper Luiz Lins, da cidade de Nazaré, da Zona da Mata pernambucana, ampliando ainda mais o alcance deste edital que se propõe a revelar os novos talentos da música feita no interior do estado. Além de Luiz, as bandas autorais que podem comemorar são A dOBRA, Gabi da Pele Preta e Pierre Tenório.

O júri foi composto pela jornalista Camila Estephania, pelo DJ Patrick Tor4 e por Rafael Cortes, da Assustado Discos. Os grupos e artistas terão oportunidade de tocar ao vivo no festival no palco principal e no Som na Rural, abrindo a programação de shows onde também vão se apresentar grupos musicais e artistas convidados de outras cidades. A programação completa será divulgada em breve.

Atrações A dOBRA é um projeto artístico de Serra Talhada (PE), composto por Caio Sotero (voz/violão), Marcio Abreu (guitarra), Tony Apolinário (baixo/pife), Paulo Bezerra (bateria) e Alex Nicolas (teclados). Desde 2011, os músicos trabalham em composições que fazem parte de um repertório que sugere deslocamentos e vivências diversas. Por isso, rejeitam qualquer tipo de limites. O grupo propõe a continuidade do profundo e do superficial, do verso e do reverso, da música como via de continuidade e de fragmentação e, dessa forma, cria arranjos diversos. “Acredito que a proposta estética da banda está em sintonia com o festival, que acompanho desde 2005 como público. Além disso, A dOBRA está inserida em agenciamentos coletivos (eBasta e Mangaio) dos Sertões que reivindicam espaços para outras sonoridades – distintas da que são fomentadas pela iniciativa privada na região. Participar do evento é uma grande oportunidade de ventilar o que tem sido feito nas bordas”, diz o vocalista Caio Sotero. E completa: “O Coquetel Molotov poderia ser esse espaço para o transbordamento do que tem sido feito pelas ‘bandas de cá'”. Para ouvir, clique aqui.

Luiz Lins vem de Nazaré (PE) e iniciou seus trabalhos em 2016 pelo selo PE SQUAD. Em apenas um ano de trabalho, LL alcançou números expressivos e parcerias importantes no Rap/R&B, dividiu palco com artistas como Diomedes Chinaski, Filipe Ret e Racionais e, além dos shows no Pernambuco, já se apresentou em Brasília (DF), Fortaleza (CE) e Maceió (AL). Em fase de finalização do seu primeiro disco, que está previsto para o final do ano e será recheado de referências musicais refletindo a riqueza de fontes que absorveu por viver em um estado multicultural, o artista também trabalha paralelamente em projetos conceituados na cena hip hop, como Freeverse RND, Perfil Pineapple e Tudo Clone ODB. Sobre a participação no festival, ele diz: “O festival é uma grande vitrine para bons músicos. O Coquetel Molotov sempre escolheu bem, assim como foi com Emicida. É um sonho pra um artista de uma cidade pequena, onde as pessoas não têm muita perspectiva, tocar num palco de peso e trabalhar com a equipe ideal. Será a oportunidade perfeita para apresentar o meu trabalho com a qualidade e dedicação que ele merece, mas que nem todos os palcos podem oferecer”. Para ouvir, clique aqui.

A terceira selecionada foi a cantora Gabi da Pele Preta, de Caruaru (PE), que afirma: “O No Ar Coquetel Molotov se trata de um dos festivais mais importantes do estado, que avança da capital para o interior, movimento que nossa música também deve fazer”. Ela conta que descobriu a música ainda criança, no grupo de louvor da igreja que integrava. A partir daí, ingressou no teatro, quando fez parte do extinto grupo Samba De Tamanca e, desde então, não parou mais. Depois de deixar a banda em 2010, passou a investir em projetos solo com grupos de diferentes formações até descobrir-se encantada pela sonoridade das músicas da década de 70. Já se apresentou em expressivos festivais, como o Palco Alternativo do São João de Caruaru (PE) e o Festival Viva Dominguinhos, em Garanhuns (PE), além de já ter cantado nos musicais “Amor em tempo de servidão” (2006), “Conversas de Botequim” (2009) e “Cânticos da Paixão” (2010, 2011 e 2012). Para ouvir, clique aqui.

Já o quarto e último selecionado é Pierre Tenório que vai se apresentar em casa, já que ele é de Belo Jardim (PE). Poeta, cantor, performer e professor, Pierre Tenório nasceu em 1989 e estuda no curso de Licenciatura em Música, no Instituto Federal de Pernambuco. Seus shows são apontados com poemas musicados e um jeito performático de ser bastante peculiar. Um dos representantes da famosa geração Z, ele gosta de lidar com o humano e suas complexidades. Sobre a participação no festival, ele diz: “Me inscrevi na convocatória para contribuir com a cena artística do Agreste pernambucano que tem crescido muito no âmbito musical e por admirar as iniciativas do festival”. Como poeta tem utilizado, além das plataformas digitais, formas artesanais para publicar sua produção. Ao longo dos últimos anos, já se apresentou no Abril Pro Rock, na 33º Feteag (Festival de Teatro do Agreste) e no 25º Festival de Inverno de Garanhuns. Para ouvir, clique aqui.

Instituto Conceição Moura apresenta No Ar Coquetel Molotov 2017 – etapa Belo Jardim.
Local | Parque do Bambu – R. Antônino Gonzaga, 363 – São Pedro
Data | 28.10
Horário | Shows a partir das 16h.
EVENTO GRATUITO
Permitido para maiores de 18 anos
www.coquetelmolotov.com.br | www.facebook.com/noarcm

01 comentários

Deixe um novo comentário