Coquetel Molotov

Áudio, Destaque Notícias

COQUETEL MOLOTOV ESCOLHE OS MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2012

Por Jarmeson de Lima

O ano vai chegando ao fim e agora chega o momento em que avaliamos melhor tudo o que chegou aos nossos ouvidos pra enfim dizer o que nos marcou neste 2012. Não somos iguais aos que acham que não se tem lançado mais um grande hit ou um disco que todo mundo vai gostar igual e que por isso a música vai mal. Muito pelo contrário. Está se produzindo tanto e tem tanta gente boa fazendo música que às vezes fica difícil assimilar ou ter tempo pra ouvir tudo.

E às vezes até mesmo aquele disco que você só ouviu uma vez merece uma nova chance pra poder ter uma análise mais precisa. E como ainda temos um programa de rádio diário e um festival, recebemos o dobro de lançamentos, releases e materiais que normalmente vocês recebem. Sem falar que ainda viajamos pra ver outros festivais, procuramos sacar aquela banda que ainda nem lançou disco direito e apostamos em shows que geralmente nos surpreendem.

Sendo assim, esta lista de melhores discos, na verdade, é mais um balanço do que rolou de legal neste ano pra gente. Confiem nas dicas e ouçam os nossos discos preferidos de 2012:

10 – VITOR ARAÚJO – “A/B”


04 comentários

  • OU FI, pode baixar o disco da Sexy Fi aqui que o link é di rocha.

    http://www.4shared.com/rar/l8AGJ0jA/Nunca_Te_Vi_Deboa.html

    Seu moderador, aproveita e põe esse link no post mesmo que facilita pra geral. Valeu!

    Cuíca de Durepox 20.12.2012 05h41
  • A/B de Vitor Araújo é uma obra-prima. Realmente, para mim, o melhor de 2012. Bravo!!!

    Bel Barros 26.12.2012 02h54
  • Gostaria de sugerir para o No Ar Coquetel Molotov 2013 os shows do Mudhoney, Teenager Fanclub, Jonh Spencer blues explosion, Autoramas.

    Alexandre 20.02.2013 06h54
  • Ja temos sete anos fazendo essa lista de Melhores Albuns Brasileiros de 2015. Sempre com um trabalho arduo, mas sempre feita de coracao. Mesmo com os xingamentos de falta disco tal ou isso ta pessimo , e muito bonito ver a cena crescer, se reproduzir, errar e acertar e interferir ate no cenario mais antigo, nos originais do ritmo reverenciado.

    Site 10.06.2016 12h07

Deixe um novo comentário