Coquetel Molotov

Destaque Notícias

KALOUV UNE FORÇAS PARA FINALIZAR NOVO DISCO

Elã é paixão, intensidade, entusiasmo. Essa é a energia que guia os músicos da Kalouv, banda expoente da cena pernambucana que se prepara para lançar seu novo álbum, fruto de uma imersão no Sítio Santa Fé, em Carpina, interior do estado. Envolvendo os fãs nessa sintonia, a banda está em campanha de financiamento coletivo para finalizar o projeto, já antecipando o que se pode esperar de seu próximo lançamento.

“‘Elã’ é um projeto que estamos trabalhando desde dezembro do ano passado, quando fizemos uma espécie de retiro para pensar as músicas e o que gostaríamos de passar com o novo álbum. Isso se estendeu até março, entre idas e vindas para o sítio em Carpina. Foram quatro meses ininterruptos de pré-produção buscando referências e revisitando tudo que já tínhamos feito até então. E esse processo trouxe uma nova forma de compor e enxergar a Kalouv, mudou até a maneira como nos vemos individualmente. Fortaleceu bastante nossa amizade e a união musical. Com certeza é o projeto que mais nos dedicamos nesses últimos sete anos e que melhor representa nossa verdade como banda’, conta Túlio Albuquerque, guitarrista.

Fundada em 2010 na cidade de Recife, a banda é composta – além de Túlio – por Basílio Queiroz (baixo), Bruno Saraiva (teclado), Saulo Mesquita (guitarra) e Rennar Pires (bateria) e já passou por palcos e festivais importantes como Abril pro Rock, Festival de Inverno de Garanhuns, Festival DoSol e Prata da Casa, projeto do Sesc Pompeia/SP. A discografia da Kalouv, muito bem recebida pela crítica especializada, conta com dois álbums (“Sky Swimmer”, de 2011 e “Pluvero”, de 2014) e o compacto “Planar Sobre Invisível”, com faixas gravadas dentro do projeto Converse Rubber Tracks.

“As duas últimas turnês da Kalouv foram muito representativas para nós, trouxeram a certeza que nosso público está cada vez mais próximo e curte com a gente todas as conquistas, torce mesmo para que a banda vá pra frente e apareça sempre em palcos importantes e com trabalhos novos. Essa conexão parece ser cada vez mais forte e nos deu a certeza e tranquilidade que o financiamento coletivo era uma alternativa viável para desenvolver esse álbum e tornar ele um retrato fiel dessa relação. Por isso mesmo chamamos a campanha de ‘Construindo Elã’”, conta Túlio.

O disco, com sua cuidadosa pré-produção, será guiado agora por Bruno Giorgi, um dos mais promissores produtores musicais da nova geração, responsáveis por premiados discos de artistas como Lenine, Vitor Araújo e Baleia. Bruno assinará a co-produção junto com a Kalouv, além de ser responsável por toda a parte de engenharia de som.

“O Bruno Giorgi já começou a fazer o trabalho de edição e pré-mixagem e pretendemos partir para a finalização em agosto. Também já foram gravadas algumas participações, como a de Sofia Freire, que criou vozes para duas músicas e Hugo Noguchi (Ventre), que compôs uma série de texturas para a música que fecha o álbum. Existem mais algumas participações engatilhadas, que serão registradas nas próximas semanas. Toda a verba arrecadada na campanha servirá para custear a produção do álbum, gastos com projeto gráfico, prensagem do disco e confecção dos novos materiais, além de pagar todos os envolvidos com o projeto. Caso tudo dê certo, a expectativa é lançar o trabalho em outubro”, explica Túlio, que adianta que logo depois os colaboradores receberão seus prêmios especiais.

Pensando nessa conexão formada com o público, a Kalouv criou experiências novas nas recompensas do disco, indo além de fazer o CD. Entre as opções para quem investir na campanha de financiamento coletivo estão uma festa para audição do disco com a banda, produtos criados por Thais Jacoponi (responsável pelo projeto gráfico do disco), obras exclusivas feitas por artistas recifenses, um kit de CDs de bandas amigas, uma oficina sobre pedais de guitarra e até aulas para iniciantes.

“Esse é um ponto muito importante da campanha. Temos, por exemplo, as aulas de baixo, bateria e teclado para iniciantes. Já vínhamos fazendo isso nos últimos anos e sempre são momentos muito legais. É tudo baseado em troca, em entender onde a pessoa quer chegar e em como podemos ajudar pra fazer isso acontecer. Então acabamos aprendendo bastante e temos a oportunidade de passar um pouco do que nos faz músicos”, conta Túlio.

Com mais da metade da meta já atingida, o financiamento coletivo da Kalouv está disponível em https://www.catarse.me/kalouv e pode receber contribuições até o dia 24/08.

Nenhum comentário

Deixe um novo comentário