JUVENIL SILVA APRESENTA NOVO TRABALHO INSPIRADO NO ISOLAMENTO SOCIAL

JUVENIL SILVA APRESENTA NOVO TRABALHO INSPIRADO NO ISOLAMENTO SOCIAL

JUVENIL SILVA APRESENTA NOVO TRABALHO INSPIRADO NO ISOLAMENTO SOCIAL

Em meio ao distanciamento social imposto pelo momento em que atravessa o planeta Terra, artistas de todo o mundo se veem numa situação incomum: uma crise que afeta a criação e o escoamento da sua arte, assim como a sua sobrevivência. As redes sociais têm sido uma alternativa para manter contato com o público, mas ainda não sustentável para os artistas independentes. Na contramão desse caminho virtual, e em mais um ato de resistência cultural, o músico recifense Juvenil Silva resolveu lançar seu primeiro EP “off line”, Isolamento acústico.

“Havia um disco para lançar, mas não havia sentido. Eu não iria poder fazer shows, cópias, vender, pegar a estrada, trabalhar. Aproveitando uma aceitação maior das realidades e possibilidades virtuais, veio o plano B: a ideia de um disco virtual, que não terá edição física”, diz Juvenil sobre o que o levou a fazer o EP. 

Isolamento acústico não estará nas plataformas digitais de streaming. Ele será distribuído, a partir do dia 1º junho (segunda), apenas para quem comprá-lo. “Não entregarei a obra de bandeja nas plataformas digitais para o banquete gratuito dos consumidores de arte. Infelizmente, isso alimenta apenas meu ego com likes e views, e eu vou seguindo cada vez mais de mãos e barriga vazia”, explica sobre o EP, que é, também, uma estratégia para rentabilizar o seu trabalho.

A compra do EP é bem simples: basta entrar em contato com Juvenil, através dos seus canais de comunicação: Instagram e sua página do Facebook. Quem comprar Isolamento acústico receberá o EP via email, com as faixas e encarte completo (letras, cifras e ficha técnica).

O DISCO

Isolamento acústico é um trabalho que reflete, em “tempo real”, o contexto de distância e confinamento a que grande parte da humanidade está submetida. “É um disco de canção e solitude existencialista”, declara Juvenil. “Eu poderia chamar amigos para participar e gravar arranjos em seus home studios, para somar. Mas decidi encarar e explorar minhas limitações: minha voz, meus dedilhados desconexos num violão de aço… às vezes, folk; às vezes, nem tanto. Canções psicodélicas e apocalípticas”, conclui.

O EP acabou se antecipando ao quarto álbum do músico (em processo de gravação). Em formato intimista (voz e violão), Isolamento acústico foi todo gravado no apartamento onde mora – e atualmente está confinado – Juvenil Silva. Mixagem e masterização estão a cargo do jovem músico Tonho Nolasco, com quem Juvenil vem interagindo nos últimos tempos.

As canções de Isolamento acústico foram gravadas durante o período de quarentena. Todas em parceria com outros artistas, com quem Juvenil trocou ideias, letras e músicas. “Nos meus discos, acabam entrando músicas apenas de minha autoria. Aproveitei que esse não é um disco, digamos, ‘oficial’, e gravei apenas músicas em parceria, coisas que podem ser difíceis de encaixar em meus discos mesmo. Também pela ideia de aproximar mais pessoas de um projeto já tão solitário, onde tive que fazer quase tudo só. As parcerias fortalecem”, conta o músico.

Leia Mais
FESTIVAL NO AR ANUNCIA PRIMEIRAS ATRAÇÕES DE SUA 12ª EDIÇÃO
FESTIVAL NO AR ANUNCIA PRIMEIRAS ATRAÇÕES DE SUA 12ª EDIÇÃO